AUTORA DO BLOG

Professora Esmeralda Carvalho - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DO SUL



5.º Ano



Os sons que nos rodeiam

        São inúmeros os sons que diariamente conseguimos ouvir. 

      Esses sons podem ser produzidos pela Natureza ou pelo Homem e objetos por ele criados.




Sons Naturais e Sons Humanizados

          Os sons estão divididos em Sons Naturais como a chuva, trovoada, ladrar dos cães, cantar dos pássaros, e em Sons Humanizados: voz, passos, som do telemóvel, som dos carros, som de uma porta a fechar...



Fonte Sonora

       Tudo aquilo que produz som é chamado de Fonte Sonora.
       
       As fontes sonoras que foram criadas com o objetivo de produzir música designam-se de Fontes Sonoras Convencionais. Estas fontes sonoras correspondem aos instrumentos musicais.
       
       As outras fontes sonoras são chamadas de Fontes Sonoras Não Convencionais. Essas não foram criadas com o propósito para produzir música.



A música do nosso corpo

        Podemos fazer sons com o nosso corpo para criar música.

  A percussão corporal é a criação de ritmos/melodias utilizando os sons do nosso corpo: voz, estalinhos, palmas, etc..


autoria/origem:http://www.youtube.com/watch?v=i-EPUPpUJNo&feature=player_embedded

autoria/origem:http://www.youtube.com/watch?v=atPmM1xzWek&feature=player_embedded

autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=CUUQ9GkClm0&feature=player_embedded





O Timbre


        O Timbre é a qualidade do som que nos permite distinguir e reconhecer diferentes fontes sonoras. Cada fonte sonora produz um som com timbre diferente. 





A Pulsação


        A Pulsação é um batimento regular que sentimos quando ouvimos uma música.

       Em todas as músicas sentimos a pulsação e podemos marcá-la com batimentos corporais ou com instrumentos.





A Intensidade



        A Intensidade dos sons é a "força" com que os sentimos, o volume.

        Os sons podem ter intensidades diferentes:  um avião ao levantar voo faz um som muito forte, muito intenso; quando dizermos um segredo falamos com uma voz fraca, pouco intensa.






A Flauta de Bisel

        A Flauta de Bisel pode também ser chamada de Flauta Doce devido ao seu timbre suave.

        A Flauta de Bisel divide-se em três partes: cabeça, corpo e pé.



Flauta Barroca e Flauta Alemã


         A dedilhação é a forma de colocar os dedos a tapar os orifícios das flautas, para obter as diferentes notas musicais.

        As flautas de bisel podem ter dois tipos de dedilhação: Dedilhação Barroca e Dedilhação Alemã.

  •         As flautas de dedilhação alemã têm um orifício na parte de trás e sete orifícios na parte frontal.
  •         As flautas de bisel barrocas têm um orifício na parte de trás e nove orifícios na parte da frente.





A Família das Flautas de Bisel


        As flautas de bisel podem ter vários tamanhos. Quanto maior for a flauta mais grave é o seu som.  

        Aqui estão cinco elementos que constituem a família das flautas de bisel.











As notas musicais na Flauta de Bisel soprano .Dedilhação alemã







Instrumentos da sala de aula
- Orquestra Orff




         Os Instrumentos da Sala de Aula são também chamados Instrumentos Orff, pois foi o compositor, maestro e pedagogo Carl Orff que agrupou e implementou, na disciplina de Educação Musical, estes instrumentos.
Carl Orff
autoria/origem da foto: www.liquida.it/carl-orff/



Famílias da Orquestra Orff

        Os instrumentos da sala de aula dividem-se em três famílias de acordo com o material que produz o som:

                  Família das Madeiras - o som é produzido pela vibração da madeira;

                  Família dos Metais - o som é produzido pela vibração do metal;
               
                  Família das Peles - o som é produzido pela vibração de uma ou duas peles (membranas) esticadas.
   

        Cada um dos instrumentos é representado por um símbolo fácil de ser identificado por alunos de todas as faixas etárias. 


        Os instrumentos cujo som ou sons correspondem a notas musicais têm altura definida e aqueles cujo som não se traduz em notas musicais têm altura indefinida.




autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=6YXFuirQqJM&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=lehgv0JVdPc&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=tUc2JmE1fX4&feature=player_embedded

autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=DCgBzN4qzVU&feature=player_embedded


Semelhança Tímbrica e Contraste tímbrico

       Todos os instrumentos têm timbre diferente, contudo se o timbre de um instrumento é muito parecido com o timbre de outro instrumento existe entre eles Semelhança Tímbrica.

      Quando há semelhança entre o timbre de dois instrumentos, ao tocarem simultaneamente, é muito difícil distingui-los






        Se o timbre de um instrumento é muito diferente do timbre de outro instrumento, existe entre eles Contraste Tímbrico.

        Ao tocarem ao mesmo tempo, dois instrumentos com um timbre contrastante distinguem-se facilmente.





Altura Definida e Altura Indefinida

        Quando ouvimos diferentes instrumentos, verificamos que alguns tocam  notas musicais e outros produzem um ou mais sons que não correspondem às notas musicais.



       
        Assim, dividimos os instrumentos musicais em dois grupos:  instrumentos de altura definida ou determinada e instrumentos de altura indefinida ou indeterminada.






A Altura - Registos Agudo, Médio e Grave



  
        Ao ouvirmos o som das flautas de bisel verificamos que apesar do seu timbre ser semelhante o seu registo é diferente

                  - O som da flauta sopranino é mais agudo (fininho, alto) do que o som  da flauta de bisel baixo.





Linhas Sonoras




autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=ipzR9bhei_o&feature=player_embedded





O Andamento

          O Andamento é a "velocidade" da música.
       
        É a marcação da pulsação que nos indica o andamento de uma peça musical: se a pulsação é lenta o andamento da música é lento, se a pulsação é rápida o andamento também é rápido.

        Existem vários andamentos na música. Presto (rápido), Moderato (moderado) e Adaggio (adágio, lento) são três desses andamentos.



        A indicação do andamento de uma peça musical encontra-se no início da partitura.









O Metrónomo



        metrónomo é utilizado para indicar o Andamento de uma peça musical, marcando a respectiva pulsação.




Variação do Andamento


        Durante uma peça musical o andamento pode variar: pode ficar mais rápido ou mais lento. Deste modo, a pulsação também vai ficando mais rápida ou mais lenta. 

        Se o andamento de uma peça musical ficar gradualmente mais rápido, acelerar, existe um accelerando (accel.).

        Se o andamento de uma peça musical ficar gradualmente mais lento, abrandar, existe um ritardando (rit.).
          





Duração dos sons

        Os sons têm diferentes durações. Existem sons longos, sons curtos, sons muito longos,...

        Para medir a duração de um som contamos o número de pulsações que ele demora.



As Figuras Musicais


        Para representarmos a duração dos sons utilizamos as Figuras Musicais.




                  A duração da semibreve é duas vezes maior do que a duração da mínima, isto é, a mínima vale metade da semibreve. 

                   A duração da mínima é duas vezes maior do que a duração da semínima, isto é, a semínima vale metade da mínima.




                   A duração da semínima é duas vezes maior do que a duração da colcheia, isto é, a colcheia vale metade da semínima.




       






O Silêncio na música

        A música é feita de sons mas também de momentos de silêncio.
        Para representar o silêncio na música são utilizadas as Pausas Musicais:



        A duração da pausa de semibreve é o dobro da duração da pausa de mínima
       A duração da pausa de mínima é o dobro da duração da pausa de semínima
      A duração da pausa de semínima é o dobro da duração da pausa de colcheia.






As Figuras Musicais e as Pausas Musicais






Variação da Intensidade - Dinâmica

        A Intensidade pode variar ao longo da música. 



       


       A Forma


        Na música, a Forma indica as diferentes partes que constituem uma peça musical e a maneira como essas partes de organizam.

        Cada parte(ou secção) da música  é representada por uma letra.  A partes diferentes é atribuida uma letra diferente.

        A canção "As Pombinhas da Cat'rina" tem duas partes ou secções diferentes: A e B. No final de cada uma das frases encontra-se o sinal de repetição, por isso a Forma desta canção é AABB.




Musicograma

        Um musicograma é a representação gráfica da Forma de uma peça musical. indica as secções diferentes que são tocadas e as repetições que possam existir.





Form Binária

       




































Instrumentos musicais - Famílias


        Os instrumentos musicais acústicos estão agrupados em quatro famílias: Aerofones, Cordofones, Membranofones e Idiofones. 



        Os Aerofones são instrumentos que produzem som através da passagem de ar. alguns aerofones têm um fole - acordeão, gaita-de-foles, e outros utilizam o sopro - flauta, saxofone.



        Os Cordofones são todos os instrumentos que utilizam uma ou mais cordas esticadas para produzir som -  violino, harpa,  piano.




        Os Membranofones produzem som através de uma ou mais membranas (peles) esticadas - bombo, tamborim, bongós.

        

        No caso dos Idiofones é o próprio corpo do instrumento que vibra para produzir o som, sem a necessidade de nenhuma tensão - reco-reco, clavas, pratos. 

       
      
   Existe ainda a família dos Electrofones, que engloba todos os instrumentos eléctricos/electrónicos.







A Orquestra Sinfónica





CORDOFONES - Cordas


        Ao grupo das cordas pertence a família dos violinos - violino, viola de arco, violoncelo e contrabaixo, que se tocam utilizando um arco - instrumentos de corda friccionada.

        Pertence também ao grupo das cordas a Harpa. Neste instrumento as cordas são dedilhadas 



autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=ce9WNw2qAvk&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=DeokIf2KUtQ&feature=player_embedded



autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=Dd1Gm6BdtV0&feature=player_embedded



autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=l_c96fnJa6o&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=jKNG1X7HSDw&feature=player_embedded


AEROFONES - Sopros de Madeira

         Pertencem aos sopros de madeira a flauta tranversal, o clarinete, o oboé e o fagote.




autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=F3B-hpbtShw&feature=player_embedded



autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=PVrMBy44zjM&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=f-UuscvfZG8&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=a70lGaTpDFM&feature=player_embedded


AEROFONES - Sopros de Metal


        Aos aerofones de metal pertencem o trompete, a trompa, o trombone de varas e a tuba.


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=6U2eIuzxSag&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=jMngdXK6Hdk&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=Iopqjyj1xQU&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=5cqiR4md1ok&feature=player_embedded



PERCUSSÃO

MEMBRANOFONES

        Os membranofones da orquestra sinfónica são os timbales, o bombo, a caixa de rufo, pandeireta.

IDIOFONES
         
        O triângulo, os pratos, sinos tubulares, o gongo, a marimba são alguns dos idiofones presentes na orquestra sinfónica.



autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=yHnJy-q79Rg&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=RDeY0dXjhgI&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=PjcsR35h-dM&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=uRSSkIWgJWA&feature=player_embedded


autoria/origem: http://www.youtube.com/watch?v=8xt68qhZNpI&feature=player_embedded



          








Orquestra e coro.






Concerto para piano e orquestra.






 
As  Notas Musicais


        As notas musicais (naturais) são 7:

                                          DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI.

    As notas musicais escrevem-se na pauta.



A Pauta Musical

        A pauta musical ou pentagrama é o conjunto de 5 linhas e 4 espaços paralelos e equidistantes, onde se escreve a música. 



       

         As linhas e os espaços da pauta contam-se de baixo para cima.





        Se as linhas e os espaços da pauta não são suficientes para escrever todas as notas musicais que necessitamos utilizamos espaços e/ou linhas suplementares superiores e/ou inferiores.





A Clave

        A clave é um símbolo musical que indica a posição das notas musicais na pauta.

        Existem três claves:
                           


                      
     Clave de Sol

        A Clave de Sol indica a posição da nota Sol na pauta.
        Se colocarmos a clave de sol na 2.ª linha da pauta, a nota sol está na 2.ª linha.







        Ao sabermos a posição da nota Sol podemos descobrir a posição das restantes notas musicais.








A Escala

        Uma escala é o conjunto de várias notas musicais sucessivas e ordenadas.

        Damos à escala o nome da primeira nota a que chamamos tónica.





- A Escala Diatónica de Dó

        Esta escala tem 7 notas musicais diferentes: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. A oitava nota é igual à tónica (uma oitava mais aguda).






       Se a escala for construída "a subir" (a partir da nota mais grave para a nota mais aguda) dizemos que está escrita na forma ascendente.

        Se a escala for construída "a descer" (a partir da nota mais aguda para a nota mais grave) dizemos que está escrita na forma descendente.








- Escala Pentatónica

        A escala pentatónica é uma escala constituída por cinco notas musicais diferentes: dó, ré, mi, sol, lá.











Os Compassos Musicais







Anacruse

        Por vezes, o primeiro compasso de uma peça musical está "incompleto". As pulsações que faltam nesse compasso estão no último compasso da frase ou da peça musical. Quando isto acontesse existe anacruse (ou anacrusa).









Ligaduras


        A ligadura é um símbolo que se aplica a duas ou mais figuras musicais e que une os seus sons.



        Quando a ligadura é aplicada a sons da mesma altura ou notas musicais iguais designa- -se Ligadura de Prolongamento. O primeiro som prolonga-se até completar os tempos que as figuras, que estão ligadas, duram.












       Se a ligadura une sons de alturas diferentes designa-se Ligadura de Expressão. Os sons são tocados ligados (legato).



Forma - Ostinato


        ostinato é a  repetição insistente de um motivo rítmico,  melódico ou rítmico-melódico.




Forma - Imitação

        Em música, a imitação é a repetição de uma frase musical (rítmica, melódica ou rítmico-melódica) por um instrumento ou grupo de instrumentos diferentes.




Forma - Cânone


        O cânone é um tipo de Forma em que a mesma música  é interpretada (cantada ou tocada) de uma forma desencontrada. Cada músico ou grupo de músicos toca a mesma peça musical, começando em momentos diferentes.